quarta-feira, 4 de março de 2015

MARINA ABRAMOVIĆ ADENTRO



"Um artista deve evitar se apaixonar por outro artista", esse é um dos mandamentos de Marina Abramović, entretanto não foi isso que ocorreu em sua vida. Nascida em Belgrado, Jugoslávia deu seus primeiros paços performáticos nos anos 70. Desde de então vem suportando dor, exaustão, tédio e perigo em seus trabalhos que envolve os limites físicos e mentais de ser humano.




Marina se joga nas experiências com muita intensidade, absorve tudo, se colocando num estado de devoção e depois volta para questionar. Explora a fotografia, experimenta a pintura, mergulha no sensorial, e principalmente tem seu corpo como meio e sujeito de sua obra.



Ela iria se apresentar em Amsterdã e a exibição se chamava Thomas Lips, durante a performance ela fazia um pentagrama na barriga com uma lamina e se chicoteava. Ulay cuidou de seus ferimentos e houve uma fascinação permuta. Eram como dois gêmeos ligados pela mesma alma e o mesmo corpo, isso por que Marina não tinha limites e conhecer alguém que viveria tudo em nome da arte foi algo sublime. Foi uma parceria intensa de 12 anos, chegaram a viver num carro, só assim se livraram das contas de luz e aluguel, eles só queriam atuar. 

No entanto Marina e Ulay tiveram uma separação épica com uma caminha nas muralhas da China chamada The lovers. Foi um adeus, um desquite com um ultimo trabalho, ambos caminharam um ao encontro do outro por 3 meses. Após 22 anos eles se reencontraram quando Marina executava sua performance The artist is present, foi emocionante.



No começo de seus trabalhos, Marina afirma que se um artista tivesse qualquer relação coma a moda era considerado um péssimo artista, como se precisasse de aprovação. Por isso suas primeiras apresentações se vestida de forma austera uma visão masculinizada dela mesma.
Para ela a  moda é a extrema vaidade onde se diverte. Como artista tem bastante confiança e passou essa confiança ousando no mundo da moda.



O seu método explora a concentração física e mental, aquele que decide participar da performance se torna ator direto. Alguns artistas tiveram experiencias como o método Abramović.


10 comentários :

  1. Adorei a história de Marina, não conhecia.
    Ah sobre o produto no meu blog, não é da Natura é da Boticário :*

    http://www.carolinapeclat.com

    Beijos
    Carol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juraaa....eu confundo sempre natura com boticário....kkkkk sorry ^^
      Bjus Carol

      Excluir
  2. Oi, primeira vez aqui no sue blog, e confesso que não conhecia essa artista, mas ela parece ser top demais.

    http://Secret Place/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é uma raridade, amo seu trabalho, Bjus Aline ^^

      Excluir
  3. Ainda não conhecia muito sobre a história dela, obrigada por compartilhar.
    Gostei muito de alguns looks citados, mas o que me apaixonei mesmo, foi pela capa da Vogue!
    Bisous,
    Julie | http://www.juliechagas.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela faz muito o jogo branco/preto pra suas peças....ela na Vogue ta linda!!!

      Excluir
  4. Quando comecei a ver o post, sabia que já tinha visto a artista em algum lugar. Lembro de muitas fotos dela com a GaGa quando elas estavam trabalhando juntas. Aliás... elas vez ou outra sempre estão juntas, né? HAHAH

    gostei de saber mais sobre ela

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Que máximo! Eu não conhecia e amei o estilo dela. *_*
    Beijos com carinho! ♥
    www.normalidadeincomum.com.br
    www.youtube.com/NormalidadeIncomum

    ResponderExcluir
  6. Eu nao conhecia a historia mas adorei o post! Essa mulher arrasa em tudo que faz!

    Beijoos, Ana Carolina
    www.simplesglamour.com.br
    Instagram e Twitter: @simplesglamour

    ResponderExcluir
  7. Já ouvi falar dela. É interessante a história, mas não entendi bem o que é em si o método dela.

    beijoo,
    Dressa
    Blog Dress

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...